sexta-feira, 13 de julho de 2012

A coragem de uma paixão.


É preciso de muita coragem quando o destino te surpreende com  outra alma em sua vida.... talvez a tão falada alma gêmea.



Não tenho medo dessa história, apesar de levar a amargura que me restou. Coisas da vida. O que vou fazer.

Mas não posso, não quero negar para mim mesmo essa história nem me envergonhar.

Foi certamente a minha mais forte experiência depois de ter me tornado mãe.

E aconteceu assim sem que eu houvesse esperado ou planejado. Talvez eu esperasse talvez eu desejasse. Alguns esotéricos diriam que estava em minha alma há muito tempo...

Mas a única resposta que tenho é que amei, senti, verdadeiramente como nunca. E descobri os meus sentimentos como mulher, além de mãe, filha boa e funcionária, cidadã exemplar.

Eu trabalho fora e naquele dia, cheguei cansada e exausta em casa. Meu filho para variar estava com alguns amigos nesses joguinhos de computador. Aquele barulho me deu nos nervos, pensei em tocar todo mundo para fora de casa. Mas...

Eu que sai. Resolvi ir até uma padaria, comprar pizza, pães.

Fui a pé à padaria próxima a minha casa. Rua arborizada, iluminação boa, e mesmo aos cocos de cachorros, se pode caminhar tranquilamente.

Eu ia com meus pensamentos, quando os meus olhos sem que eu percebesse me direciona para a imagem de um garoto vindo em minha direção.

Não pude resistir ao seu jeito, ao seu olhar, sei lá talvez a sua alma. Fui sugada por ele. E percebi que ele me olhou com tanta força que algo dentro de mim bagunçou.

Era um menino da idade de meu filho, quinze anos. Lindo demais, forte, e com um olhar de homem devorador. Olhar que eu não havia visto antes em minha vida.

O meu Deus, o que está acontecendo comigo. - pensei.

Então ele passou me olhando firme forte e desconcertante. Tirando-me do rumo. Eu o olhei e continuei caminhando, e dois passos depois olhei para trás e vi que ele olhou para mim também. Eu então com medo segui enfrente respirando fundo e fugindo, fugindo. Talvez fosse o stress, não sei! Mas eu nunca havia sentindo algo assim em minha vida.

Entrei na padaria comprei o que tinha que comprar e voltei para a casa. Decidida a visitar a minha ginecologista e saber se eu estava já entrando na menopausa. Afinal tenho 44 anos.

Mas o fato é que nunca havia senti isso em minha vida.

Não falei nada com ninguém, tomei um banho e fiquei com a família naquela noite. E resolvi não caminhar mais por aquela rua. E tudo passou. Confesso que não fui mais à padaria a pé.

E quando eu havia esquecido todo o momento breve e denso que vivi ao ver o garoto,  novamente esse menino apareceu em minha vida...

( Desculpe-me, mas tenho que respirar um pouco. Ainda me dói essas lembranças. Mas prometo a continuar contando a minha experiência....)

20 comentários:

  1. Uauuuu que encontro mais inesperado não é?! Gostei. Acho que as coisas boas acontecem assim, sem que a gente espere! bjss

    ResponderExcluir
  2. Ual!!! Que lindo texto ^^
    Seguindo aqui.
    Obrigada por seguir meu blog.
    Beijos
    Bruna-Livros de Cabeceira

    ResponderExcluir
  3. NÃO ENTENDI,SE TUDO ISSO ACONTECEU,OU SE è O TRECHO DE UM LIVRO ??
    SE è UM ROMANCE ACHEI MUITO INTERESSANTE SE è VIDA REAL,
    FIQUEI CURIOSA PARA LER O RESTO


    BACI

    ResponderExcluir
  4. Que encontro diferente! É um trecho de um livro ou apenas um conto?

    Anna

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anna, aconteceu comigo. Nem te falo do final. Bjos.

      Excluir
  5. Oie...mas esse encontro foi bem inesperado!
    E não é a idade, não! Tem certos olhares, que conseguem tirar a gente do prumo, independente da idade!
    Vim retribuir sua visita, já seguindo, e acompanhando o desfecho dessa história..
    Bjs
    Guerreira
    http://apesardos50.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Adorei o texto.
    Estou retribuindo a visita.
    Seguindo.

    Abraço.
    http://mondarikc.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Olá, muito obrigada por sua visita em meu blog e por seguir. Estou seguindo aqui também, parabéns pelo texto e sucesso!

    Beijos
    http://karen-queen.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Olá...
    Vim agradecer a visita...Lindo texto...
    Ótima Semana!
    Beijos!
    San...

    ResponderExcluir
  9. Passando prá desejar uma ótima semana! bjsss

    ResponderExcluir
  10. O amor não tem idade, não é mesmo? ; )

    Muito obrigada pela visita!
    Já estou te seguindo.
    Beijinhos <3

    www.shoeccessful.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Super amei seu texto.
    Parabéns!
    Seguindo, retribui?

    www.senhordoseculo.com

    ResponderExcluir
  12. Que texto liindo ^^
    Amei, seguindo aaq, Beijão ♥

    plush-girl.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Oi amiga blogueira!
    Passando para conhecer seu cantinho e te seguir!
    Maravilhoso texto, não sei se é real ou conto mais por favor continua a nos contar, fiquei curiosa,rsr!
    Carinho não tem preço, doe-se. Sou Blogueiras Unidas 1935!
    sucesso!!!
    Bjs no coração.
    http://feitoamaoporlili.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Ah isso pode acontecer com qualquer um, isso é normal ao meu ver.
    Mas amei seu blog, seguindo c:
    xoxo
    Curti aqui!
    Cerejas Atrevidas

    ResponderExcluir
  15. Muito legal *-*bjos
    explodindoglamour.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Olá minha querida!
    Estou de férias, mas passando por aqui para desejar um feliz dia do amigo, para você! Obrigada pela sua amizade!
    Dezenas de dias FELIZES para você! Mil beijos, saúde e muito sucesso sempre.
    laylafonseca.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. Olá! Lhe fazendo uma visita e aproveitando para comentar o seu post. Li a primeira parte e vou ler as demais. Me parece uma história verídica. Gostei! Continuarei lendo e comentando. Já estou seguindo seu blog. Uma ótima semana!

    ResponderExcluir